domingo, fevereiro 28

José Mindlin reencontra a Biblioteca Eterna


"A gente passa, os livros ficam"

O bibliófilo, acadêmico e empresário José Mindlin faleceu na manhã deste domingo aos 95 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado há um mês. O maior nome da bibliofilia no país começou a sua coleção ainda pré-adolescente ao comprar o “Discours sur l'Histoire universelle”, de Jacques-Bénigne Bossuet, de 1740, e deixa a biblioteca formada junto com a mulher Guita Mindlin, falecida em 2006, uma coleção com mais de 40 mil livros.
O grande apaixonado pelos livros, pela vida e pela família pouco escreveu (“Uma vida entre livros - Reencontros com o tempo” e “Memórias esparsas de uma biblioteca”), e deixou ainda o cd “O Prazer da Poesia”, mas para o país e a humanidade guardou um pouco do pensamento humano em raridades, que agora formam a Biblioteca José e Guita Mindlin, da USP.

segunda-feira, fevereiro 15

O livro caiu na folia


Images do desfile do Salgueiro


Imagens da União da Ilha

O desfile das escolas de samba do Grupo Especial, no Rio de Janeiro, teve como destaque a presença do livro. A campeã Acadêmicos do Salgueiro levou para o sambódromo o enredo "Histórias sem Fim", contando a história do livro desde a invenção da prensa até os best-sellers atuais. Desfilaram desde os monges copistas, que formaram a comissão de frente, até personagens de clássicos de todas as épocas - de Os Lusíadas, Os três mosqueteiros, Don Quixote, Alice no País das Maravilhas e O Pequeno Príncipe aos brasileiros Memórias póstumas de Brás Cubas, O Sítio do Pica-pau amarelo e O diário de um mago -, incluindo até mesmo Harry Potter.(Veja mais fotos aqui)
Outra presença marcante do livro foi levada pela União da Ilha, que de volta ao desfile das grandes escolas apresentou o enredo "Dom Quixote de La Mancha, o Cavaleiro dos Sonhos Impossíveis". E logicamente Dom Quixote foi o carro que abriu o seu desfile.(Fotos aqui)

quarta-feira, fevereiro 10

Biblioteca infantil pode fechar

A única biblioteca do Estado do Rio destinada ao público infantil, a Biblioteca Estadual Infantil Anísio Teixeira (Beiat), localizada no Campo de São Bento, em Niterói, corre o risco de fechar. Segundo o jornal O Fluminense, a Secretaria de Estado de Cultura teria um projeto de transferir o acervo de aproximadamente 14 mil exemplares para o prédio da Biblioteca Estadual de Niterói, no Centro, que deverá ter sua reforma finalizada em março. Com isso, as atividades culturais desenvolvidas na Beiat podem ser paralisadas.
A Beiat foi inaugurada há exatos 30 anos, destinada exclusivamente ao público infantil. Somente no ano passado, o espaço recebeu um público de mais de sete mil crianças e adolescentes, com idades que variavam entre três e 15 anos. O objetivo da unidade é atender as crianças da comunidade, oferecendo opções de leitura, além de atividades culturais e oficinas.

terça-feira, fevereiro 9

Livreiro, com maiúscula

'Empresária não quer dizer nada. Eu sou é livreira'
Milena Duchiade, sócia da livraria Leonardo Da Vinci, que existe há 58 anos no Centro do Rio. A entrevista - "Livraria carioca, que é reduto de intelectuais, resiste à concorrência" - foi dada para o programa Mundo S/A, na Globonews

quarta-feira, fevereiro 3

Cecília recita Cecília

Cecília Meireles (1901/1964) recita versos seus aqui numa gravação para a Rádio MEC nos anos 50.